Pular para o conteúdo principal

Depoimentos de Guerra!

Não dá pra esperar! É preciso agir. Temos que lutar juntos para vencer o risco de epidemia. Veja alguns depoimentos de quem se alistou na guerra contra a dengue.

-

Eu já tive a doença e sei muito bem como ela nos debilita. Por isso é importante que todos tenham um cuidado maior e combata a dengue.

Fábio Júnior, América Futebol Clube
Tive dengue sim, doeu até nos meus cabelos. Passaram-se quase 10 anos e a luta continua. Em nossas consciências, casas e quintais, diariamente devemos combater o pequeno inseto que causa ao homem um grande dano. A prevenção, começa no cuidado de onde habitamos.
Gabriela Demarco

Uma troca boa. Fui ao campinho perto da minha casa e lá achei muita coisa velha cheia de água, então recolhi e trouxe aqui para trocar por material escolar. Consegui 131 lápis, 70 borrachas e 8 cadernos. 

Gabriel, garoto campeão de trocas na campanha de Divinópolis

O combate a Dengue não pode ser de um ou dois, tem que ser uma ação de várias pessoas, pois combater esse mal é tarefa de todos.

Renan Ribeiro, jogador Clube Atlético Mineiro

Tudo o que é feito em prol da sociedade é importante. Apoio essas ações, principalmente por fazer chegar informações até as pessoas que normalmente são afetadas pela doença, mas não sabem o que fazer para evitá-la.

Roger, jogador do Cruzeiro Esporte Clube

Até o momento foram confirmados mais de 250 mil casos, o enfrentamento da dengue é uma questão de saúde pública, que envolve os cidadãos e o governo. Essa guerra será permanente. Para alcançarmos a vitória é necessário que todos colaborem.

Antônio Jorge Souza Marques, Secretário de Saúde

Nunca recolhemos tanto lixo de forma tão rápida. Essa ação do estado é muito importante, as pessoas valorizam muito, serve como estímulo. Além disso, é diferenciada pelo fato de ser anterior à epidemia. Geralmente, temos ações após os casos.

Érica Teixeira, Secretária Municipal de Saúde de Vespasiano

A população tem se mostrado disposta a contribuir com as práticas de combate à dengue que estão sendo realizadas pelos governos estadual e municipal. Eu procuro também fazer a minha parte não deixando água parada e evitando o acúmulo de lixo.

Flávio Aparecido dos Reis, morador do bairro Icaivera (Betim)

O trabalho de combate a dengue deve ser realizado de forma intersetorial. As ações de combate e prevenção a dengue deve ser papel de todos, sociedade civil e poder público.

Aristóteles Faria, diretor do Departamento Municipal de Limpeza Urbana de Juiz de Fora

É preciso que a população se conscientize que isto deve ser aliado a ações concretas de combate. Nossa escola procura fazer a sua parte. Realizamos passeatas em nosso bairro, com a participação de todos os alunos e desenvolvemos trabalhos abordando o tema dengue dentro da sala de aula. Se cada um fizer um pouco, nós vencemos esta Guerra.

Joseana de Miranda Rezende, diretora da Escola Municipal Maria Catarina Barbosa (Juiz de Fora)

Tem que fazer ações assim em todos os lugares. A troca por material escolar deveria ser feita em todo o país. É genial.

Vagner Neves Coelho, morador (Ibirité)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

As células

Animal células são a unidade básica da vida em organismos do reino Animália. Eles são células eucarióticas, o que significa que eles têm um verdadeiro núcleo e estruturas especializadas denominadas organelas que realizam diferentes funções. Plantas, fungos, e protists todos têm células eucarióticas, enquanto as bactérias e archaea mais simples células procariontes.

Células animais não possuem paredes celulares ou o cloroplasto, organela que realiza a fotossíntese. Células realizar todos os processos do corpo, incluindo a produção e armazenamento de energia, e a produção de proteínas, que são moléculas que possuem funções no metabolismo, replicação do DNA, e o transporte de outras moléculas. São células altamente especializadas para a realização de tarefas específicas. 
Por exemplo, o coração tem células musculares cardíacas que batem em uníssono, e trato digestivo e as células possuem cílios, dedo-como projeções que aumentam a área de superfície para a absorção dos nutrientes durante…

Causadores da sarna

Para diagnosticar a sarna, o médico examina sua pele, procurando por sinais de ácaros, incluindo a característica tocas. Quando o seu médico localiza um ácaro burrow, ele ou ela pode ter uma raspagem da área de sua pele para examinar sob um microscópio. O exame microscópico pode determinar a presença de ácaros ou seus ovos. Tratamento A escabiose tratamento envolve eliminar a infestação com medicamentos. 
Vários cremes e loções estão disponíveis com prescrição de um médico. Você costuma aplicar a medicação sobre todo o seu corpo, do pescoço para baixo e deixe a medicação por pelo menos oito horas. Um segundo tratamento é necessário se novas tocas e as borbulhas aparecem. 
Porque a sarna espalha tão facilmente, o seu médico provavelmente irá recomendar o tratamento para todos os membros do agregado familiar e de outros contatos próximos, mesmo se eles não mostram sinais de sarna infestação. Medicamentos comumente prescritos para sarna incluem: Creme de permetrina, 5% (Elimite). Per…

Efeitos e contágio da Lepra

A hanseníase é uma doença causada principalmente pela bactéria Mycobacterium leprae, que causa danos a pele e o sistema nervoso periférico. A doença se desenvolve lentamente (de seis meses a 40 anos) e resulta em lesões de pele e deformidades, na maioria das vezes que afetam o cooler lugares no corpo (por exemplo, olhos, nariz, lóbulos das orelhas, as mãos, os pés, e testículos). 
As lesões de pele e deformidades podem ser muito desfigurantes e são a razão pela qual os indivíduos infectados, historicamente, foram considerados párias em muitas culturas. Apesar de humano-para-humano de transmissão é a principal fonte de infecção, três outras espécies pode levar e (raramente) transferência de M.
Leprae para os seres humanos: chimpanzés, mangabey macacos, e de nove faixas de tatus. A doença é denominada como doença granulomatosa crônica, semelhante à tuberculose, porque produz nódulos inflamatórios (granulomas) na pele e nervos ao longo do tempo. A lepra é contagiosa, mas é considerado a…